domingo, 7 de fevereiro de 2016

Paleolicious #1


ESPARGUETE À BOLONHESA

Já falei aqui do meu novo estilo de vida.
Tenho aprendido a emagrecer a comer. 
A comer bem. Limpo. Só bichos e plantas, mas de forma descomplicada. 
E na hora de cozinhar tenho cada vez mais vontade de inventar.
Esta receita foi inspirada numa que passou na série "The Paleo Way" na 24Kitchen, que adaptei à minha maneira:

RECEITA PARA 2:

3 bifes de perú 
2 tomates maduros
2 courgettes médias
queijo parmesão
temperos a gosto


MODO DE PREPARAÇÃO:

Temperar os bifes a gosto. 
No meu caso coloquei pimenta, flor de sal, alecrim, tomilho, alho e alecrim. 
Reguei-os com meio limão e cortei aos pedaços. 
Triturei os pedaços na Bimby até se transformarem em carne picada. 
(O mesmo processo pode ser feito numa trituradora normal.)
Após retirar a carne da Bimby, coloquei os 2 tomates maduros com um fio de azeite, oregãos e voltei a triturar até ficarem em molho.
(O mesmo processo pode ser feito numa liquificadora normal.)
Numa WOK coloquei meia cebola picada, azeite e refoguei a carne até ganhar alguma cor.
Acrescentei o molho de tomate, revi os temperos e deixei cozinhar em lume brando.
Na espiralizador transformei as 2 courgettes em esparguete. 
Numa frigideira coloquei um fio de azeite e levei os fios de courgette a saltear um pouco, mas não muito.
Por fim, empratei como na foto acima, espalhei algum queijo por cima e foi ao forno até gratinar!

MA-RA-VI-LHO-SO !

Experimentem !


With love,
Sílvia Pereira

sábado, 6 de fevereiro de 2016

JERSEY Spring collection is coming !





Com inspirações suaves, tons da natureza e tecidos leves, está a chegar a mais recente colecção que fiz para a JERSEY !
Curiosas?

Brevemente tudo disponível!!!




With love,
Sílvia Pereira

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

31 dias de Paleo - o balanço


31 dias depois e menos 8 quilos na balança.
Nem um único dia de exercício físico.
Menos inchaço, ausência de dores e sintomas de TPM.
A sensação que tenho é o corpo a desinchar a cada dia que passa.
A energia, essa está a 200% !
Faltam 8 a 10 quilos para o objectivo final de peso, sendo que a alimentação e estilo de vida, essa, é para manter para sempre !
O caminho é longo, mas não tenho pressa.



FOTO TIRADA HOJE
(a meio do caminho...diria eu...) 




With love,
Sílvia Pereira

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

First Spring achieve


É um vestido?
É um macacão?
É um dois em um?

É tudo isso e muito mais!
E embora me faça lembrar demasiado o bibe do meu colégio não consegui resistir-lhe!
Para combinar com os mega hiper saltos, sob perigo de não ficar a parecer uma menina a fugir da escola!


ZARA Jumpsuit Dress


With love,
Sílvia Pereira

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Starbucks at Porto


Finalmente habemus Starbucks na cidade!
E claro que já lá fui, embora me tenha ficado pelos cafés apenas.
Achei piada a este copo para os sumos e aguas detox !
Super querido não acham?


With love,
Sílvia Pereira

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

500


Sonhava com o Fiat 500 desde que saiu para o mercado.
Foram anos a suspirar por um e finalmente tenho o meu!
Adoro o meu carro! 
Fiquei triste de deixar para trás o carro que me acompanhou nos últimos 11 anos...
Foram muitas histórias, muitos risos, muito choro, muita palhaçada lá passada, mas tenho a certeza que melhores momentos me esperam com o meu novo "ovinho".


With love,
Sílvia Pereira

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Why MAHRLA?


Marla, sem H, foi o nome que a minha madrinha de baptismo escolheu para me dar. 
No entanto, na altura não foi aceite em Portugal por ser considerado nome brasileiro, e, como tal, tiveram de escolher outro nome para mim.
Desde que me conheço que sei desta história e sempre adorei o nome, ao ponto de nos tempos em que escrevia (a minha licenciatura e formação é em Jornalismo e não Moda) assinava como Marla, como se de um pseudónimo se tratasse.

Quando a mudança do nome da marca se impôs... a marca evoluiu, deixou de ser só t-shirts e era urgente arranjar um outro nome, queria algo que tivesse significado, mas que a palavra por si só não significasse nada...

E foi assim que surgiu a MAHRLA, com H, pois embora a palavra tenha o significado que tem para mim, continuando a ser uma assinatura das minhas criações, por si só não significa nada...

E foi assim que surgiu o nome e o porquê do mesmo !


With love,
Sílvia Pereira